Blog

Treinamento a dois – Praticar atividade física com o parceiro é opção para entrar em forma.

Atingir a tão sonhada boa forma não é tarefa fácil. Temos que nos desdobrar para dar conta do trabalho, da malhação e cuidados especiais com a saúde e alimentação. E manter essa rotina depois do início de um relacionamento fica ainda mais complicado. Por isso é tão comum dar uma relaxada e descuidar da aparência quando se começa um namoro ou um casamento. Mas o início de um relacionamento não pode ser usado como desculpa para deixar a malhação de lado. Pelo contrário, a atividade física pode se tornar muito mais prazerosa na companhia do parceiro e melhorar ainda mais a relação.

A prática de exercícios a dois é grande motivação para aqueles que estão sempre arrumando uma desculpa para não ir à academia. ‘Muitas pessoas deixam de malhar por não gostarem de ir à academia sozinhas, então o simples fato de malhar com o parceiro já é um grande incentivo’, explica a profissional de educação física e coordenadora da Triathon Academia de Pinheiros em São Paulo, Selma Schmidt.

Foi esse incentivo que a estudante Marina Brandão, 21 anos, precisava para sair do sedentarismo. Ela namora o fisioterapeuta Marcelo Santos, 34, há quatro anos e começou a malhar por insistência dele. ‘O Marcelo já gostava de malhar quando nos conhecemos, mas eu era bem sedentária. Então, ele resolveu se matricular na academia do lado da minha casa, já que era perto do trabalho dele, e me chamou para malhar também. Inicialmente a ideia não me agradou nem um pouco, mas ele insistiu tanto que acabou dando certo e atualmente malhamos juntos quase todos os dias’, conta Marina.

E a motivação dos dois não se restringe ao simples fato de ir à academia. ‘Além de fazermos musculação juntos, eu passei a fazer spinning para acompanhá-la’, revela Marcelo. Já Marina conta que passou a correr por incentivo do namorado: ‘Estava acima do peso e ele sempre corria comigo para que eu não desistisse’.

Malhar em dupla traz resultados rápidos

Segundo a professora Selma Schmidt, o fato de um incentivar o outro, além de tornar a malhação muito mais prazerosa, faz com que os dois atinjam mais rápido os seus objetivos. ‘Com o estímulo da pessoa de quem você gosta, é possível obter resultados mais rápidos, não só pelo fato dos dois passarem a malhar mais, mas também pelo simples desejo de ficar mais bonito para o outro’.

Foi isso que aconteceu com os estudantes Bianca Gonçalves, 21 anos, e seu namorado, Flavio Henrique Chin Chan, 21, que namoram há três anos e, depois de um ano e meio de relacionamento, resolveram começar a malhar. ‘Nós dois éramos bem magros e estávamos abaixo do peso ideal. Como nenhum de nós estava acostumado com atividades físicas, achamos que seria interessante contarmos com a companhia do outro para ganharmos massa muscular. E deu certo: hoje já estamos no peso ideal e continuamos malhando três vezes por semana’, revela Bianca.

A estudante reconhece que, mesmo abaixo do peso, eles tinham medo de engordar sem ter um aumento da massa muscular. ‘O namoro acaba proporcionando mais momentos de lazer como almoços e jantares fora. Por isso devemos redobrar os cuidados, senão as consequências aparecerão’, destaca Bianca, que além de malhar com Flavio, de vez em quando sai para caminhar na companhia do namorado.

Atividade física melhora a autoestima

Mas os benefícios de malhar com o parceiro não se restringem a manter a boa forma. Iniciar uma atividade física proporciona mais saúde e melhora a autoestima, o que é essencial para apimentar ainda mais a relação.

Além disso, a malhação a dois fortalece laços de carinho e de cumplicidade. ‘Malhar junto com o seu parceiro contribui para aumentar a cumplicidade do casal, até porque as brincadeiras, o cuidado e o carinho não podem faltar na hora de incentivar o outro para uma atividade física’, explica o psicólogo Hélio Felippe.

Segundo ele, os casais que praticam qualquer tipo de exercício juntos acabam tendo uma relação mais saudável. ‘Os casais que ficam juntos apenas em casa ou em ocasiões sociais não estão aproveitando o que há de melhor em uma relação que é a descontração. Já aqueles que se exercitam juntos têm maior facilidade de se relacionarem justamente pela combinação de desejos e pela adequação a essa rotina de exercícios. Uma simples caminhada ou uma corrida ao ar livre permitem um bate-papo sobre assuntos mais amenos, sendo bastante estimulante para o casal’.

Apesar de todos esses benefícios, é importante se focar em seus objetivos e não apenas nos do parceiro. Além disso, mesmo que seja para acompanhá-lo, nunca deixe de buscar prazer naquela atividade: ‘Muitas vezes os casais não gostam da mesma prática esportiva, mas os resultados serão mais satisfatórios quando você estiver fazendo aquilo de que você gosta’, aconselha a professora Selma Schmidt.

Portanto, para que você não desista da rotina de exercícios e nem tenha problemas em seu relacionamento, a dica é encontrar uma atividade pela qual os dois se interessem, fazendo dessa experiência algo prazeroso e estimulante. Você vai descobrir que nunca foi tão gostoso entrar em forma!