Blog

Treino HIIT

treino-hiit-personal-tiago-ribeiro1

Já sabemos que podemos, sim, conseguir nosso objetivo de baixar o percentual de gordura, perder peso, hipertrofiar os músculos na musculação, OK! Mas, agora, quero falar um pouquinho a respeito de um protocolo que está em plena evidência e vai permanecer por um bom tempo devido a inúmeras comprovações científicas que é o HIIT.

O HIIT é  uma sigla para o termo em inglês High Intensity Interval Training, conhecido como treinamento intervalado de alta intensidade. A proposta consiste em praticar algo rápido, intenso e que traga um resultado maior do que os treinos tradicionais. Por isso se você espera um treininho fácil, não é no hiit que você vai encontrar. Porém, o mesmo grau de dificuldade que você terá no treino é proporcional ao resultado esperado, pois este método vem se mostrando como um dos mais eficientes para a queima de gordura.

Pois bem, citado o conceito do HIIT, iremos listar alguns dos principais benefícios do protocolo:

treino-hiit-personal-tiago-ribeiro

– Efetividade em menor tempo

Imagine a seguinte situação: Você teve um problema no trabalho e por isso terá que chegar na sua aula com 30 minutos de atraso. Certamente, muitas pessoas podem pensar que o melhor a ser feito é desmarcar a aula, Correto?  E se eu te falar que em 30 minutos dá sim para treinar de uma forma correta e efetiva. O HIIT vai lhe ajudar nisso!

Na verdade, há alguns métodos de HIITs em que podemos encaixar cada aluno. Não é milagre não, até porque personal trainer não é mágico. Mas não se iluda, os treinos são intensos e você precisa estar disposto a fazer acontecer. Contudo, os resultados aparecem de uma forma que você nunca viu. Repito, não é mágica, é ciência na prática.

– Queimador de Gordura

Sim, você certamente vai queimar mais gordura com o hiit e em menor tempo!

Aí, você, logicamente me questiona: de que maneira os treinos intervalados de cinco minutos acabam queimando mais gordura do que treinos aeróbicos longos, de meia hora ou mais?

É simples, a literatura nos mostra que os treinos com alta intensidade induzem nosso corpo a continuar gastando calorias e gordura, depois de fazer seu treino e ir para casa.

É isso mesmo! Isso se denomina EPOC (Excess Post Exercise Oxygen Consumption) ou traduzindo: excesso de consumo de oxigênio pós-exercício.

Durante o EPOC o metabolismo se mantém em média 15% acima do normal, mesmo se estivermos descansando. Apesar de não existir uma provável explicação para essas respostas, acredita-se que o objetivo principal seja a restauração dos níveis fisiológicos normais utilizando como fonte energética principal para este processo a gordura.

– Exercícios Aeróbicos? Não, professor. Vou “catabolizar”!

O maior medo de uma pessoa que batalha tanto por ter um corpo desejado e saúde é entrar em catabolismo. Mas, o que é catabolismo?

O Catabolismo Muscular é um processo reverso à musculação, onde existe um desgaste excessivo da musculatura, ou seja, uma degradação da massa muscular corpórea. Isto acontece devido à soma de diversos fatores.

Agora, imagine: você começou um plano de treinamento, demorou seis, sete, oito meses para aumentar o seu percentual de massa magra e percebe depois todo o seu empenho jogado fora… Realmente, é desanimador.

Os exercícios aeróbicos tradicionais costumam estimular a queima da massa magra, junto com a gordura.

Diante disso, alguns pesquisadores descobriram que um treinamento HIIT é capaz de preservar a massa muscular e garantir que a perda de peso seja exclusivamente da queima de gordura!

Não Requer Equipamentos e pode ser realizado em Qualquer Lugar

Para a realização de um treino HIIT, você não precisa de equipamentos específicos. Correr, nadar, pular corda, bater em saco de pancada, saltar na caixa pliométrica, pedalar na ergométrica, fazer exercícios com o peso do corpo. Enfim, tudo isso pode ser um meio de se realizar o protocolo HIIT.

Uma das maiores dúvidas de quem ainda não conhece o HIIT, é se ele tem de ser feito em academia, ginásio ou estúdio. Os treinos intervalados de alta intensidade podem ser realizados em qualquer lugar. Isso por causa de seu formato básico (intensidade máxima, seguida pela recuperação) e sua breve duração.

 – Melhora a Capacidade Cardiovascular

Geralmente, a maioria das pessoas não é estimulada a persistir nos treinos aeróbicos a ponto de entrar na zona anaeróbica (aquele momento em que você está tão sem fôlego que tem dificuldade de respirar de forma correta e seu coração parece querer sair pela boca de tanto que bate).

Um dos benefícios dos treinos HIITs é justamente levar seu organismo a adentrar nessa zona citada e, pode acreditar, isso é muito bom!
E não para por aí, o HIIT ajuda a aumentar o fôlego para ajudá-lo numa possível realização dos exercícios aeróbicos de longa duração que, em determinado momento, também pode ser de grande utilidade.

 – Aumento do Metabolismo

Além de queimar mais gordura e preservar a massa muscular, os treinos intensos chegam a aumentar a produção do HGH (o hormônio do crescimento) em até 450%.

HGH? Mas no que esse aumento do HGH irá me ajudar? O HGH não só é responsável por aumentar a queima calórica, como também retarda o envelhecimento. Retarda o envelhecimento? Interessante, não é?

– Professor, sou movido a Desafios, Metas, Conquistas…

Ok, meu caro amigo, os treinos HIITs são completamente desafiadores.

Nesse protocolo de treinamento, você jamais irá se dar ao luxo de ler uma revista ou ver televisão na hora do meu aeróbico.

Não estou julgando quem faz isso nas academias não. Mas, amigo, pense comigo, você reserva um espacinho do seu precioso tempo, então, vamos fazer valer a pena.

Sendo bem sincero, você irá se cansar, ficar sem fôlego e se sentir completamente esgotado, mas esse “sofrimento” é temporário. Você logo verá a recompensa que nada mais é do que o resultado pretendido! E, tenha certeza, o protocolo é totalmente dinâmico e agradável.